Vida de Jesus: 18 Fatos Sobre a História de Jesus Cristo

Tempo de leitura: 34 minutos

Vida de Jesus é um ótimo exemplo para seguirmos, afinal é isso que Deus espera de nós! Se você está buscando conhecer mais sobre a História de Jesus, fique a vontade! Com certeza a Vida de Jesus é um tema muito grandioso e cheio de detalhes, e por isso, merece ser estudado minuciosamente.

Vida de Jesus

Neste estudo, com a ajuda de textos bíblicos, quero mostrar o que Jesus pensava, falava e ensinava quando andou no munto entre os homens, e os principais fatos sobre a sua história em seus 33 anos de existência como Homem na terra e também a figura dele como sendo o Filho de Deus, que também é Deus.

Dividi este texto em partes importantes da História de Jesus:
Sua existência antes de tudo existir,  o porquê dele vir ao mundo como Homem, seu nascimento do ventre de uma mulher, suas atitudes enquanto criança, quem eram seus discípulos, seu ministério, como morreu e ressuscitou dentre os mortos.

 

Jesus sempre existiu?

Sim! Jesus sempre existiu mesmo antes da fundação do mundo, assim como podemos ver no versículo:

 “Ele é antes de todas as coisas, e nele tudo subsiste.” Colossenses 1:17

Jesus estava junto ao Pai e ao Espírito Santo de Deus na Criação no Mundo. E no Evangelho de João temos versículos bem claros de que o Verbo, que era Jesus, estava lá:

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.” João 1:1-3

E quando os Judeus indagaram Jesus sobre ele conhecer Abraão, ele deixa tudo claro em João 8:57,58: “Disseram-lhe, pois, os judeus: Ainda não tens cinqüenta anos, e viste Abraão? Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou.”

Ele já conhecia tudo desde antes do início de tudo.

Sendo assim, Jesus estava presente na criação, já existia antes de todas as coisas serem criadas.

Vida de Jesus: Por que veio ao Mundo como Homem?

A História da Vida de Jesus gira em torno desta pergunta: “Para que Jesus veio ao Mundo como Homem?”
Jesus veio ao mundo pra cumprir o Plano de Salvação de Deus para o Homem pecador. E o cumpriu!

Ele era o Verbo e o Filho unigênito de Deus, ou seja, o único filho de Deus – e o era desde o princípio.
Talvez o versículo de João 3:16 seja o mais “famoso” da Bíblia, pois nele é explicado com muita clareza o objetivo de Deus ao enviar Jesus ao mundo como um SALVADOR:

“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16

O mundo inteiro estava condenado a morte pelo pecado de Adão, que foi a sua desobediência a Deus no Jardim do Édem. Fomos separados de Deus pelo pecado, mas Deus, com o seu amor pelos homens, deu seu único filho como um Cordeiro sem pecado pra que ele nos unisse novamente. Como está escrito:

“Logo, assim como por meio da desobediência de um só homem muitos foram feitos pecadores, assim também, por meio da obediência de um único homem muitos serão feitos justos.” Romanos 5:19

Essa parte da História da Vida de Jesus talvez seja a mais importante: de que ele veio ao mundo como uma ovelha muda e obediente, derramando seu sangue puro e nos purificando do nosso pecado pra Salvação das nossas almas. E cumpriu com amor e verdade o que foi designado a Ele fazer.

Nascimento de Jesus

Nascimento: História da Vida de Jesus como Homem na Terra

Como começa a História da Vida de Jesus na Terra? Dura a Vida de Jesus, vemos que nasceu como homem de forma sobrenatural, sendo colocado no ventre de uma mulher temente a Deus e honrada chamada Maria através do Espírito Santo. Assim como o anjo Gabriel informou a Maria:

“Perguntou Maria ao anjo: “Como acontecerá isso, se sou virgem?”. O anjo respondeu: “O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua sombra. Assim, aquele que há de nascer será chamado santo, Filho de Deus.”  Lucas 1:34,35

O anjo Gabriel – que significa Mensageiro de Deus, visitou Maria e a informou que Deus a tinha escolhido para ser a mão do Filho de Deus (Lucas 1:26-38). Maria ficou feliz e recebeu a palavra que o anjo trouxe pra ela da parte de Deus.

Durante a vida de Jesus, vemos também que teve um pai terreno chamado José. Ele era noivo de Maria quando ela recebeu a notícia do anjo. Este mesmo anjo visitou a José e explicou toda a situação:

“Mas, depois de ter pensado nisso, apareceu-lhe um anjo do Senhor em sonho e disse: “José, filho de Davi, não tema receber Maria como sua esposa, pois o que nela foi gerado procede do Espírito Santo.” Mt 1:20

Tempos depois, houve um recenseamento em todo o Império Romano e por conta disso todos tiveram de ir à sua cidade natal para se alistarem. Como José pertencia à linhagem de Davi, foi para Belém de Judá com sua esposa grávida. Tudo isso aconteceu pra que se cumprisse a profecia de Miqueias 5:2, onde o profeta diz que de Belém viria aquele que seria o governante de Israel – Ele falava de Jesus, e pra isso, Jesus deveria nascer em Belém.

Sendo assim, chegou a hora de Jesus nascer e como a cidade estava cheia por conta do recenseamento, não havia hospedarias disponíveis para José, Maria e Jesus repousarem.  Por isso, a Vida de Jesus na terra se inicia com ele nascendo em uma manjedoura – lugar onde se coloca a comida dos animais.

IMPORTANTE REFORÇAR: Jesus nasceu e foi colocado em uma manjedoura não por que sua família não tinha dinheiro pra pagar um quarto, mas pela cidade estar cheia e não haver lugar para eles na hospedaria.

Logo que Jesus nasceu, três Magos que seguiram uma estrela no Céu foram visitá-lo e levaram três presentes a ele. Quero dividir com você a minha interpretação desses presentes, que falam muito sobre a sua missão na terra:

  • Ouro – Representa a Realiza de Cristo. Ele é o Rei dos reis;
  • Incenso – Representa o Sacerdócio de Cristo. Ele é o Sumo Sacerdote;
  • Mirra – Representa o Sacrifício do Cordeiro. Ele é o Cordeiro de Deus!
    (A mirra é considerada um “perfume fúnebre” usada pra embalsamar mortos).

PS: Existem outras interpretações para esses presentes que Jesus recebeu, mas eu me identifico muito com esta interpretação.

O Nascimento de Jesus mexeu muito com as autoridades locais, que temiam o nascimento de um Novo Rei, por questões políticas. Eles não entendiam que o Reinado de Jesus se tratava do Reino de Deus, de algo espiritual e não terreno (vou falar mais sobre isso nos tópicos a seguir).
Assim Jesus chegou ao mundo como homem.

Vida de Jesus e sua Família como Homem na Terra

Durante a Vida de Jesus seus pais terrenos eram José e Maria. E Jesus tinha irmãos, os quais nasceram depois dele do casamento entre seus pais.

A Bíblia relata alguns fatos importantes sobre História da Vida de Jesus e sua família em Mateus 13:55,56 mostra que Jesus tinha quatro irmãos: Tiago, José, Simão e Judas, e também que ele tinha irmãs, mas não diz seus seus nomes nem quantas eram.

Jesus tinha um parente chamado João Batista, o qual teve um papel muito importante em sua história diga-se de passagem. João Batista era filho do sacerdote Zacarias e de Isabel. Muitos dizem que ele era primo de Jesus primo era João Batista, e Maria, prima de Isabel. Mas a Bíblia diz que eles eram parentes e não fica claro qual o grau de parentesco entre eles:

“Também Isabel, sua parenta, terá um filho na velhice; aquela que diziam ser estéril já está em seu sexto mês de gestação.” Lucas 1:36

Podemos lembrar também que a Vida de Jesus na terra veio da linhagem de Davi.

“Livro da geração de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.” Mt 1:1

Num texto de Lucas vemos o anjo Gabriel identificar José, pai terreno de Jesus como “da casa de Davi”:

“E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria.” Lucas 1:26-27

E em outro texto, no evangelho de Marcos, vemos o cego Bartimeu identificando Jesus como Filho de Davi:

“E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim.” Marcos 10:47

Isso não significa literalmente que Jesus é filho de Davi, mas identifica que ele veio da linhagem do Rei Davi, conforme profetizado por Isaías:

“Ele estenderá o seu domínio, e haverá paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, estabelecido e mantido com justiça e retidão, desde agora e para sempre. O zelo do Senhor dos Exércitos fará isso.” Isaías 9:7

Na História da Vida de Jesus vemos várias profecias se cumprindo assim foi o nascimento de Jesus, cumprindo a profecia do profeta Isaías.

Vida de Jesus Quando Criança

História da Vida de Jesus Quando Criança

A História da Vida de Jesus também teve infância, como qualquer outro ser humano. Ele foi circuncidado aos 8 dias de vida e recebeu o nome de Jesus, como o anjo tinha falado pra Maria e foi apresentado no Templo.

Desde o início da Vida de Jesus já vemos seu interesse pelas coisas do Pai e o entendimento que tinha delas:

“Depois de três dias o encontraram no templo, sentado entre os mestres, ouvindo-os e fazendo-lhes perguntas. Todos os que o ouviam ficavam maravilhados com o seu entendimento e com as suas respostas.
Quando seus pais o viram, ficaram perplexos. Sua mãe lhe disse: “Filho, por que você nos fez isto? Seu pai e eu estávamos aflitos, à sua procura”.
Ele perguntou: “Por que vocês estavam me procurando? Não sabiam que eu devia estar na casa de meu Pai?”” Lucas 2:46-49

Existem poucos relatos bíblicos a respeito da História da Vida de Jesus durante sua infância, mas em Lucas 2 vemos que ele crescia em Sabedoria, Estatura e Graça diante de Deus e dos Homens.

5 Lugares Onde Jesus Morou

Como estamos falando da História da Vida de Jesus é interessante saber os lugares onde ele morou.
Ele nasceu em Belém, mas depois de um tempo foi morar no Egito, pois Herodes queria matá-lo, por pensar que o trono dele se tratava de um trono político:

“Depois que partiram, um anjo do Senhor apareceu a José em sonho e disse-lhe: “Levante-se, tome o menino e sua mãe, e fuja para o Egito. Fique lá até que eu lhe diga, pois Herodes vai procurar o menino para matá-lo”.” Mt 2:13

Depois que Herodes morreu, a Vida de Jesus não corria mais risco e foi morar na região da Galileia, em Nazaré,  como descreve Mateus 2:19-23. E daí vem a expressão Jesus de Nazaré.

“e foi viver numa cidade chamada Nazaré. Assim cumpriu-se o que fora dito pelos profetas: Ele será chamado Nazareno.” Mt 2:23

E depois de adulto foi morar em Cafarnaum:

“E, deixando Nazaré, foi habitar em Cafarnaum, cidade marítima, nos confins de Zebulom e Naftali;” Mt 4:13
“Poucos dias depois, tendo Jesus entrado novamente em Cafarnaum, o povo ouviu falar que ele estava em casa.” Marcos 2:1

Jesus foi Carpinteiro?

Durante a Vida de Jesus ele trabalhou fazendo o que? Você já se perguntou isso?

O pai terreno de Jesus, era José, que tinha como profissão a carpintaria. Ser carpinteiro significa que José era um artesão que trabalha com madeira. Pode-se até entender que montava obras pesadas, como estruturas, vigamentos, tabuados.

Naquela época, era comum que o filho desse continuidade a profissão do pai. E temos um texto que explicita que Jesus foi identificado como “o carpinteiro”, dando a entender que ele também atuava como carpinteiro, conforme está escrito:

“Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, e de José, e de Judas e de Simão? e não estão aqui conosco suas irmãs? E escandalizavam-se nele.” Marcos 6:3

Entendemos pelo texto de Marcos 6:3 que Jesus trabalhou efetivamente como carpinteiro ou pelo menos era reconhecido desta forma pela comunidade ao seu redor. Mas algumas pessoas dizem que Jesus não era carpinteiro, se baseando apenas no texto de Mateus 13:55 que relata o mesmo fato pela visão do Evangelho de Mateus:

“Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, e José, e Simão, e Judas?” Mt 13:55

Não temos tantos relatos sobre a Vida de Jesus antes de seus 30 anos, ou seja, antes de iniciar seu ministério. Mas se lermos o texto pelo olhar de Marcos perceberemos que ele foi chamado de “o carpinteiro” pelas pessoas. Sendo assim, podemos crer que ele o era e levou a profissão até o início de seu ministério.

Jesus Abençoou Pessoas

O Ministério da Vida de Jesus

O Ministério da Vida de Jesus se iniciou em torno de seus 30 anos e se deu até sua morte na cruz como homem aos 33 anos.

Primeiramente ele foi batizado por João Batista – que era seu parente por parte de sua mãe, Maria. João Batista veio pra preparar o caminho para Jesus e anunciava o Arrependimento e a vinda do Messias.

Jesus foi batizado por João Batista nas águas do Rio Jordão. Neste acontecimento importante de sua vida, Jesus viu o Céu se abrir, o Espírito Santo desceu sobre ele em forma de uma pomba e ele um voz veio do Céu dizendo:

“Então veio dos céus uma voz: “Tu és o meu Filho amado; em ti me agrado”.”
 Mt 3:17 / Marcos 1:11 / Lucas 3:22

Depois disso Jesus foi conduzido ao deserto pelo Espírito Santo por 40 dias, onde foi tentado por Satanás e jejuou neste período. Após ter passado pelo deserto, Jesus voltou pra Galiléia e iniciou a Chamada dos Discípulos (você encontrará um tópico logo abaixo falando mais sobre os discípulos).

O primeiro Milagre que Jesus realizou ocorreu em um Casamento em Caná da Galiléia, episódio conhecido como as Bodas de Caná. Jesus estava na festa com sua mãe Maria e  ela o informou que o vinho havia acabado. Ali Jesus transformou a água em vinho:

“Este sinal miraculoso, em Caná da Galiléia, foi o primeiro que Jesus realizou. Revelou assim a sua glória, e os seus discípulos creram nele.” João 2:11

Durante esse período da Vida de Jesus vemos que Ele seguiu curando pessoas de toda sorte de doenças – leprosos, cegos, paralíticos. Ele libertava pessoas de demônios, ressuscitava pessoas e também perdoava pecados, o que ofendia os escribas, fariseus e mestres da lei:

“E estavam ali assentados alguns dos escribas, que arrazoavam em seus corações, dizendo:
Por que diz este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus?” Marcos 2:6,7

Jesus fez muitos milagres e transformou para sempre a vida de muitas pessoas em histórias que são relatadas na Bíblia. Em seu Ministério Jesus fez 35 milagres, os quais estão descritos nos Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João.

35 Milagres Da Vida de Jesus relatados na bíblia

  1. Transformação de Água em Vinho (João 2:1-11)
  2. Cura do Filho do Oficial (João 4:46-54)
  3. Cura do Paralítico de Betesda (João 5:1-9)
  4. Primeira Pesca (Lucas 5:1-11)
  5. Libertação do Endemoninhado (Marcos 1:23-28; Lucas 4:31-36)
  6. Cura da Sogra de Pedro (Mt 8:14,15; Marcos 1:29-31; Lucas 4:38,39)
  7. Purificação do Leproso (Mateus 8:2-4; Marcos 1:40-45; Lucas 5:12-16)
  8. Cura do Paralítico (Mt 9:2-8; Marcos 2:3-12; Lucas 5:18-26)
  9. Cura da Mão Ressequida (Mt 12:9-13; Marcos 3:1-5; Lucas 6:6-10)
  10. Cura do Criado do Centurião (Mateus 8:5-13; Lucas 7:1-10)
  11. Ressurreição do Filho da Viúva de Naim (Lucas 7:11-15)
  12. Cura de Um Endemoninhado Mudo (Mt 12:22 e Lucas 11:14)
  13. Acalma a Tempestade (Mt 8:18,23-27; Marcos 4:35-41; Lucas 8:22-25)
  14. Cura do Endemoninhado Gadareno (Mateus 8:28-33; Marcos 5:1-14; Lucas 8:26-39)
  15. Cura da Mulher Enferma (Mt 9:20-22; Marcos 5;25-34; Lucas 8:43-48)
  16. Ressurreição da Filha de Jairo (Mateus 9:18, 23-26; Marcos 5:22-24, 35-43; Lucas 8:41,42,49-56)
  17. Cura de Dois Cegos (Mt 9:27-31)
  18. Cura do Mudo Endemoninhado (Mateus 9:32,33)
  19. Primeira Multiplicação de Pães (Mt 14:14-21; Marcos 6:34-44; Lucas 9:12-17; João 6:5-13)
  20. Anda Sobre as Águas (Mateus 14:24-33; Marcos 6:45-52; João 6:16-21)
  21. Cura da Filha da Cananéia (Mt 15:21-28; Marcos 7:24-30)
  22. Cura de um Surdo e Gago (Marcos 7:31-37)
  23. Segunda Multiplicação de Pães (Mateus 15:32-39; Marcos 8:.1-9)
  24. Cura do Cego de Betsaida (Marcos 8:22-26)
  25. Cura do Jovem Possesso (Mt 17:14-18; Marcos 9:14-29; Lucas 9:38-42)
  26. Pagamento do Imposto (Mateus 17:24-27)
  27. Cura de um Cego (João 9:1-7)
  28. Cura de Uma Mulher Enferma (Lucas 13:10-17)
  29. Cura de um Hidrópico (Lucas 14:1-6)
  30. Ressurreição de Lázaro (João 11:17-44)
  31. Cura dos Leprosos (Lucas 17:11-19)
  32. Cura do Cego Bartimeu (Mt 20:29-34; Marcos 10:46-52; Lucas 18:35-43)
  33. A Figueira é Amaldiçoada (Mateus 21:18,19; Marcos 11:12-14)
  34. Restauração da Orelha de Malco (Lucas 22:49-51; João 18:10)
  35. Segunda Grande Pesca (João 21:1-11)

Além de milagres, Jesus ensinava e viajava pela região da Galiléia pregando as Boas Novas, juntamente com seus discípulos. Muitos se arrependeram e receberam a salvação em Cristo.

Sermão do Monte : a Mensagem da Vida de Jesus

Dentre todos os ensinamentos de Jesus se destacam o Sermão do Monte, encontrado no Livro de Mateus, capítulos 5, 6 e 7. Nele constam fundamentos da Fé Cristã como:

  • As Bem Aventuranças(Mt 5:1-12);
  • Sal da Terra e Luz do Mundo(Mateus 5:13-16);
  • Ensinos sobre a Lei, Homicídio, Adultério, Divórcio, Juramentos e Vingança(Mt 5:17-42);
  • O Amor aos Inimigos (Mateus 5:43-48);
  • A Ajuda aos Necessitados (Mt 6:1-4);
  • Ensino sobre a Oração (Mateus 6:7-12);
  • Ensino sobre o Jejum (Mt 6:16-18);
  • Os Tesouros no Céu e As Preocupações da Vida (Mateus 6:19-24, 6:25-34);
  • O Julgamento ao Próximo(Mt 7:1-6);
  • A Porta Estreita e a Porta Larga(Mateus 7:13,14);
  • a Árvore e seu Fruto(Mt 7:15-23);
  • O Prudente e o Insensato (Mateus 7:24-29).

Durante A Vida de Jesus Ele contou 44 Parábolas

Jesus também ensinava através de Parábolas – histórias com elementos comuns da cultura daquele tempo que tinham como objetivo ensinar coisas sobre o Reino de Deus. Ao todo foram 44 Parábolas de Jesus, cada qual com seu ensinamento profundo.

  1. O Administrador Desonesto (Lucas 16:1-9)
  2. O Amigo Importuno (Lucas 11:5-8)
  3. As Bodas (Mateus 22:1-14)
  4. O Bom Samaritano (Lucas 10:29-37)
  5. A Casa Vazia (Mt 12:43-45)
  6. Coisas Novas e Velhas (Mateus 13:51-52)
  7. O Construtor de uma Torre (Lucas 14:28-30)
  8. O Credor Incompassivo (Mt 18:23-35)
  9. O Dever dos Servos (Lucas 17:7-10)
  10. As Dez Virgens (Mateus 25:1-13)
  11. Os Dois Alicerces (Mt 7:24-27)
  12. Os Dois Devedores (Lucas 7:40-43)
  13. Os Dois Filhos (Mateus 21:28-32)
  14. A Dracma Perdida (Lucas 15:8-10)
  15. O Fariseu e o Publicano (Lucas 18:9-14)
  16. O Fermento (Mt 13:33)
  17. A Figueira (Mateus 24:32-33)
  18. A Figueira Estéril (Lucas 13:6-9)
  19. O Filho Pródigo (Lucas 15:11-32)
  20. A Grande Ceia (Lucas 14:15-24)
  21. Jejum e Casamento (Lucas 5:33-35)
  22. O Joio e o Trigo (Mt 13:24-30,36-43)
  23. O Juiz Iníquo (Lucas 18:1-8)
  24. Os Lavradores Maus (Mateus 21:33-46)
  25. Os Meninos na Praça (Mt 11:16-19)
  26. A Ovelha Perdida (Lucas 15:3-7)
  27. O Pai Vigilante (Mateus 24:42-44)
  28. A Pedra Rejeitada (Mt 21:42-44)
  29. A Pérola de Grande Valor (Mateus 13:45-46)
  30. Os Primeiros Lugares (Lucas 14:7-11)
  31. A Rede (Mt 13:47-50)
  32. O Rei que vai pra Guerra (Lucas 14:31-32)
  33. O Remendo com Pano Novo (Lucas 5:36)
  34. O Rico e Lázaro (Lucas 16:19-31)
  35. O Rico sem Juízo (Lucas 12:16-21)
  36. O Semeador (Mateus 13:3-9,18-23)
  37. A Semente (Marcos 4:26-29)
  38. A Grão de Mostarda (Mt 13:31-32)
  39. O Servo Fiel (Mateus 24:45-51)
  40. Os Servos Vigilantes (Marcos 13:33-37)
  41. Os Talentos (Mt 25:14-30)
  42. O Tesouro Escondido (Mateus 13:44)
  43. Os Trabalhadores da Vinha (Mt 20:1-16)
  44. O Vinho e os Odres (Lucas 5:37)

Além dos 12 Discípulos e sempre uma multidão de pessoas que acompanhava Jesus onde quer que ele fosse,  haviam mulheres que seguiam o seguiam, as quais foram curadas e libertas por ele. Elas sustentavam financeiramente seu ministério:

“E aconteceu, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com ele, e algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com seus bens.” Lucas 8:1-3

O Ministério de Jesus na terra se findou em sua morte e ressurreição, mas sabemos que seu ministério é Eterno e crucificação foi apenas o marco que havia de ser feito por ele, para que todos nós pudéssemos ser religados ao Pai novamente, através do sangue precioso de Jesus.

“Creiam em mim quando digo que estou no Pai e que o Pai está em mim; ou pelo menos creiam por causa das mesmas obras. Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado. Fará coisas ainda maiores do que estas, porque eu estou indo para o Pai. E eu farei o que vocês pedirem em meu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho. O que vocês pedirem em meu nome, eu farei”. João 14:12-14

Hoje seu Ministério continua através dos seus discípulos: nós que cremos em sua obra e vivemos por Ele.

Jesus repartiu o pão com os discípulos na Ceia

Os Discípulos de Jesus

Os discípulos são parte muito importante da Vida de Jesus, e os discípulos de hoje somos nós!

Em um certo momento da História da Vida de Jesus ele voltou pra Galiléia e começou a convocar os 12 discípulos.
São eles: Simão Pedro, André, Tiago (filho de Zebedeu), João, Filipe, Bartolomeu, Tomé, Mateus, Tiago (filho de Alfeu), Tadeu, Simão e Judas Iscariotes – que foi quem o traiu. Em seu lugar entrou Matias.

A listagem de todos os Discípulos está em Mateus 10:2-4:

“Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão;
Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; Simão, o zelote, e Judas Iscariotes, que o traiu.” Mt 10:2-4

E a escolha de Matias, o discípulo que entrou no lugar de Judas está em Atos 1:21-26:

“E os lançaram em sortes, vindo a sorte recair sobre Matias, sendo-lhe, então, votado lugar com os onze apóstolos.” Atos 1.26

Jesus “treinou” seus discípulos durante os 3 anos de seu ministério na terra. Ele os ensinou a amar,  perdoar, orar, curar doentes, expulsar demônios, os colocava para fazer as atividades como no episódio da multiplicação dos pães, por exemplo. E nos comissionou para espalhar a palavras que Ele ensinou na terra:

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.
E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.” Marcos 16:15-18

E o IDE de Jesus:

“Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” Mt 28:19,20

Os discípulos se tornaram os primeiros líderes da Igreja Primitiva – os apóstolos, levantando outros líderes, ensinando e apregoando o Evangelho. Essas histórias estão descritas no livro de Atos dos Apóstolos.

A vida de Jesus e a Manifestação do Seu Poder

O que mais vemos na Vida de Jesus é como Ele é poderoso e isso é um fato provado diversas vezes nas Escrituras. Jesus é o nome sobre todo nome e o seu nome é poderoso para fazer todas as coisas.

A vida de Jesus foi exaltada por Deus, o colocando no mais alto lugar e deu a ele o nome mais poderoso que existe, como vemos na carta de Paulo aos Filipenses:

“E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz! Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, pra glória de Deus Pai.”
Filipenses 2:8-11

Durante toda a História da Vida de Jesus, encontramos inúmeros versículos na Bíblia que confirmam o Poder de Jesus, onde Jesus mesmo afirma isto ou alguém que está pregando sobre ele afirma isso, confirmando a fala com sinais e maravilhas. No nome de Jesus podemos orar a Deus, interceder por alguém, realizar milagres, curas, maravilhas, sinais e declarar a nossa salvação Nele e mostrar a salvação a outros.

Vamos ver alguns exemplos bíblicos a seguir:

  • Jesus tem toda Autoridade:
    “Então, Jesus aproximou-se deles e disse: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra.” Mt 28:18
  • O nome de Jesus é poderoso para Curar:
    ““Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isto lhe dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, ande”. Segurando-o pela mão direita, ajudou-o a levantar-se, e imediatamente os pés e os tornozelos do homem ficaram firmes.” Atos 3:6,7
  • O nome de Jesus é poderoso para Expulsar Demônios:
    “Ela continuou fazendo isso por muitos dias. Finalmente, Paulo ficou indignado, voltou-se e disse ao espírito: “Em nome de Jesus Cristo eu lhe ordeno que saia dela! ” No mesmo instante o espírito a deixou.” Atos 16:18
  • O nome de Jesus é poderoso para Santificar e Justificar:
    “Assim foram alguns de vocês. Mas vocês foram lavados, foram santificados, foram justificados no nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito de nosso Deus.” 1 Coríntios 6:11
  • O nome de Jesus é poderoso para Perdoar Pecados:
    “”Mas, para que vocês saibam que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados” — disse ao paralítico: “Levante-se, pegue a sua maca e vá para casa”.” Mt 9:6
  • O nome de Jesus é poderoso para Salvar:
    “Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos.” Atos dos Apóstolos 4:12
  • O nome de Jesus é poderoso para realizar Sinais e Maravilhas:
    “Estende a tua mão para curar e realizar sinais e maravilhas por meio do nome do teu santo servo Jesus.” Atos dos Apóstolos 4:30

Podemos pedir tudo a Deus em nome de Jesus.

A História da Vida de Jesus Nos Mostra Seus Sentimentos e Emoções

Jesus teve sentimentos e emoções como qualquer outro ser humano, chorou quando viu todos sofrerem pela morte de Lázaro. (Jo 11:33-38)
Tomou as dores do homem da mão ressequida e ficou indignado pelo coração duro dos fariseus (Mc 3:1-5).
Se moveu por intima compaixão em favor daqueles que estavam ao seu redor (Mt 9:36).
ficou apavorado, angustiado e profundamente triste pouco antes de ser preso (Mc 14:33-35).
Se decepcionou com Pedro(Discípulo que se tornou Apóstolo) que dormiu quando Jesus precisou dele (Mc 14:37,41).
Se teve compaixão no enterro do filho de uma viúva. (Lc 7:12,13).
Chorou pela incredulidade em Jerusalém (Lc 19:41-44).
Sentiu o sofrimento de um leproso (Mc 1:40,41).
Ficou admirado pela incredulidade dos nazarenos e da fé de um centurião (chefe de 100 soldados) (Mt 6:1-6; 8:10).
Ficou muito alegre (Lc 10:21-24).

Esses são apenas alguns fatos da vida de jesus que mostram o quão humano Jesus é e o Amor que havia e há no coração dele por todos nós.

Jesus na cruz com os ladrões

A Entrega da Vida de Jesus na Cruz – O  Sacrifício

O Sacrifício de Jesus na Cruz é o ponto chave da História Vida de Jesus na Terra, pois foi ele que nos religou a Deus. Para que houvesse perdão de pecados e o sacrifício fosse aceito, era necessário que fosse realizado por sangue puro, sem manchas, ou seja, sem pecado algum. E Jesus foi este Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo:

“…mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito, conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês.” 1 Pedro 1:19,20

Através de uma profecia do Profeta Isaías, podemos ver que  Jesus iria pra cruz como um Cordeiro, uma ovelha muda:

“Ele foi oprimido e afligido, contudo não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado para o matadouro, e como uma ovelha que diante de seus tosquiadores fica calada, ele não abriu a sua boca.” Isaías 53:7

E a postura de obediência de Jesus em seu caminho pra morte foi relatada por Paulo na carta aos Filipenses:

“E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.” Filipenses 2:8

Durante todo o processo do Sacrifício de Jesus, desde a hora de sua prisão, quando estava diante do Sinédrio e Pilatos, andando pela via dolorosa e carregando a nossa cruz até a sua morte constatada, Jesus foi obediente e amando a humanidade, ao ponto de dizer a um dos pecadores que foram crucificados ao seu lado que naquele mesmo dia estaria com ele no Paraíso, em Lucas 23:43.

Encontramos os relatos sobre a Crucificação e Morte de Jesus descrita nos quatro Evangelhos:

  • Mateus 27:32-66
  • Marcos 15:21-47
  • Lucas 23:26-56
  • João 19:16-42

Quando Jesus consumou o sacrifício e o véu do Templo se rasgou:

“E Jesus, dando um grande brado, expirou. E o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo. E o centurião, que estava defronte dele, vendo que assim clamando expirara, disse: Verdadeiramente este homem era o Filho de Deus.” Marcos 15:37-39

No templo havia um véu que separava “Santo Lugar” do “Santo dos Santos”, onde só o Sumo Sacerdote tinha acesso. Quando a Bíblia diz que o “Véu se rasgou”,  isso indica que a missão de Jesus foi cumprida e que Deus abriu o acesso à presença dele, através de Jesus.

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”. Esse texto está em João 14:6 e ele é muito importante pois quando Jesus diz que ele é O CAMINHO, A  VERDADE e A VIDA, ele está se referindo aos passos que o sacerdote dava, no Antigo Testamento, para poder fazer o sacrifício para o perdão dos pecados do povo. Ou seja, através de Jesus não seria mais necessário fazer sacrifícios para receber o perdão de Deus, pois o sacrifício de Jesus valeria para sempre, de uma vez por todas. Lindo isso, não é mesmo?

Fomos justificados pelo sacrifício de Jesus, como está escrito:

“Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que crêem. Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus.” Romanos 3:21-24

E pela Graça, ou seja, pelo favor que não merecíamos, fomos salvos através do sangue de Cristo:

“Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida juntamente com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões — pela graça vocês são salvos.” Efésios 2:4,5

Hoje, somos feitos Sacerdotes de Deus, representantes de Deus na terra. E somos chamados povo de Deus, o que antes não era possível:

“Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas pra sua maravilhosa luz. Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam.” 1 Pedro 2:9,10

Fomos adotados pelo Pai, através do sacrifício do seu filho Jesus, hoje nosso irmão mais velho:

“…a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.” Romanos 8:29b

Quando recebemos a Jesus, reconhecendo o sacrifício dele na Cruz, recebemos o direito de ser Filhos de Deus:

“A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.” Romanos 10:9

“Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;” João 1:11,12

Tumulo de Jesus vazio

A Ressurreição de Jesus

Jesus morreu e ao terceiro dia Ressuscitou dentre os mortos, vencendo assim a morte. Na Cruz, Jesus nos amou até o fim e nos deu livre acesso a Deus:

“”Onde está, ó morte, a sua vitória? Onde está, ó morte, o seu aguilhão?”
O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.” 1 Coríntios 15:55-57

Encontramos os relatos sobre a Ressurreição de Jesus descrita nos quatro Evangelhos:

  • Mateus 28
  • Marcos 16
  • Lucas 24
  • João 20

Ao terceiro dia Jesus ressuscitou deixando seu túmulo vazio. Algumas mulheres foram visitar o túmulo e o encontravam com a pedra que o fechava removida. Pedro e João também visitaram o túmulo:

“…”Por que vocês estão procurando entre os mortos aquele que vive? Ele não está aqui! Ressuscitou! Lembrem-se do que ele lhes disse, quando ainda estava com vocês na Galiléia: “É necessário que o Filho do homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, seja crucificado e ressuscite no terceiro dia”.” Lucas 24:5-7

Depois de ter ressuscitado, Jesus ainda permaneceu na terra com seus discípulos por um período:

“Depois do seu sofrimento, Jesus apresentou-se a eles e deu-lhes muitas provas indiscutíveis de que estava vivo. Apareceu-lhes por um período de quarenta dias falando-lhes acerca do Reino de Deus.” Atos 1:3

“e, por muitos dias, foi visto por aqueles que tinham ido com ele da Galiléia para Jerusalém.” Atos 13:31

Ele prometeu outro Conselheiro ou Consolador que seria dado a nós, o Espírito Santo:

“E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Conselheiro para estar com vocês para sempre, o Espírito da verdade. O mundo não pode recebê-lo, porque não o vê nem o conhece. Mas vocês o conhecem, pois ele vive com vocês e estará em vocês. Não os deixarei órfãos; voltarei para vocês.” João 14 16:18

Depois desse período foi elevado ao céu e hoje aguardamos em sua volta.

“Aquele que dá testemunho destas coisas diz: “Sim, venho em breve! ” Amém. Vem, Senhor Jesus!” Apocalipse 22:20

O que você achou da história da vida de Jesus? Deixe seu comentário!

A história da vida de Jesus é maravilhosa e nos inspira a ler mais a bíblia, cada estudo bíblico que fazemos nos encoraja a ficar mais perto de Jesus por isso continue buscando mais de Deus!

Summary
Review Date
Reviewed Item
Vida de Jesus: Descubra 18 Fatos Sobre a História de Jesus ▶ Veja Aqui
Author Rating
51star1star1star1star1star

3 Comentários

  1. MARINA FATIMA GIL SIRAKI

    Muito Bom! Não consigo mais parar de ler sobre esse homem! Quanto amor..

    Responder

  2. A vida de JESUS . TINHA ensinamentos que eu ainda não sabia , tais como , muitos milagres que ele deichou , as parabulas , e os exemplos de compaixão e misericordia , somente JESUS o filho de DEUS, O UNGIDO e pelo poder e gloria que podemos alcançar a SALVAÇÃO . VEIO de uma familia humilde de nazare , Posso sentir a tua presença aqui meu senhor e meu DEUS. E essa HISTORIA da vida de Jesus realmente sera um exemplo de grande milagre e salvação.

    Responder
  3. RENZO ALLAN LEITE

    Na biblia não consta que que Maria tivera outros filhos biologicos com jose.Pois avida deles foi somente cuidar do nosso Salvador

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *